Gatos

Encontre o pet que combina com você

American Shorthair

Descendente dos gatos domésticos que chegaram à América com os primeiros colonos, esta raça se desenvolveu ajudando a manter sob controle a população de roedores, devido à sua fantástica habilidade em caçá-los. O American Shorthair é, portanto uma verdadeira raça de trabalho. É conhecida ainda por sua longevidade, saúde, docilidade com crianças e cães, além da sua beleza e temperamento quieto.

História da raça American Shorthair O American Shorthair, ou Pelo Curto Americano é um descendente diretos dos gatos domésticos europeus, que chegaram à América junto com os primeiros imigrantes.

Mesmo considerando que inicialmente esses elegantes felinos eram utilizados para ajudar no controle da população de roedores nos ranchos e fazendas, o American Shorthair já demonstrava inúmeras outras qualidades além das de caçador.

Mostrava-se um maravilhoso gato doméstico, amoroso, dócil, qualidades que lhe atribuiram o nome de Domestic Shorthair, ou gato doméstico de pelo curto.

A raça foi reconhecida somente em meados dos anos 1980 e hoje é conhecida em todo o mundo como American Shorthair, ou gato de pelo curto americano.

Descrição e aparência da raça American Shorthair
Resistente, esta raça tem seu corpo muito bem proporcionado, forte, ágil, balanceado e simétrico. Seu corpo é mais comprido do que alto, de tamanho médio para grande. As fêmeas devem ser menos robustas em todos os aspectos, e devem ser premiadas igualmente, se as proporções gerais estiverem de acordo. Este gato possui uma forma menos quadrada do que seu parente de raça semelhante, o British Shorthair. Apresenta uma cabeça grande, com as bochechas cheias e orelhas com as pontas ligeiramente arredondadas.

Fonte: http://www.guiaderacas.com.br

Angorá

O Angorá, ou Angorá Turco, é provavelmente uma das raças de gato mais antigas. Proveniente da região de Ancara, na Turquia, a raça é conhecida na Europa desde o início do século XVII. Para quem gosta de gatos com a pelagem longa, esta é uma fantástica opção. Trata-se de um gato lindíssimo, independente e considerao como um dos mais inteligentes do mundo felino.

História da raça Angorá
Assim como tantas outras raças de gatos, a origem do Angorá é também incerta. Mesmo no caso das raças mais antigas como esta, as informações por vezes são contraditórias ou pouco conclusivas. O Angorá é considerado como o primeiro gato de pelagem longa a ser descoberto, e como o próprio nome da raça sugere, sua origem seria turca.

A raça é certamente muito antiga, no entanto foi introduzida na Europa somente à partir do século 17, provavelmente na Itália. O gato Angorá, já naquela época, fazia um grande sucesso em diversas partes da europa e torou-se símbolo de status, marcando presença nos salões da nobreza francesa. Esses gatos são conhecidos como os primeiros de pelo longo da história, e exatamente por esse motivo, foram utilizados nos entrecruzamentos seletivos na criação de diversas outras raças de pelagem longa, como por exemplo o Persa.

Após esse período de tanta popularidade na Europa, a raça Angorá também passou por um momento difícil. Os exemplares brancos que apresentavam um olho de cada cor passaram a ser os preferidos entre os criadores e proprietários e isso quase levou ao desaparecimento do Angorá. Nessa época, a raça tornou-se tão popular na Europa que qualquer gato de pelo longo era chamado de Angorá.

Com tantos problemas enfretados na criação da raça, o governo turco decidiu estabelecer um programa de recuperação do verdadeiro gato Angorá e a criação passou a ocorrer em Ancara, capital da Turquia nos anos de 1960.

Descrição e aparência do gato Angorá
O gato angorá apresenta uma cabeça de tamanho médio, de formato triangular. O nariz é reto, longo com stop pouco pornunciado. As orelhas são grandes, longas e pontiagudas, com inserção alta e mais largas na base. Os olhos dos gatos dessa raça são grandes, de formato amendoado e ligeiramente oblíquos, em geral de coloração em tons de âmbar. Nos exemplares que apresentem a pelagem branca, os olhos podem ser azuis ou um de cada cor.

Os exemplares da raça Angorá tem um corpo de tamanho médio, sendo que os machos são geralmente um pouco maiores do que as fêmeas. As patas são consideradas pequenas, redondas porém delicadas, com pelos entre os dedos. O pescoço dos gatos dessa raça é longo e a cauda apresenta-se longa, mais grossa na base e afinada em direção à extremidade, com pelagem longa e franjada.

São gatos muito elegantes, atléticos e apresentam uma linda pelagem semi longa. Os pelos são finos e sedosos, sem a presença de subpelo. O comprimento é mais curto no focinho e sobre o dorso, enquanto no pescoço e na cauda é mais longo. As cores aceitas além do branco são o preto, azul, tricolor, vermelho, lilás e tortoiseshell (casco de tartaruga). Na verdade, as únicas cores que não aceitas para o gato Angorá são as que demonstram um eventual cruzamento com gatos siameses.

A pelagem é considerada de fácil manutenção, com recomendação de escovação semanal para evitar a formação de nós, que podem com o passar do tempo provocar doenças de pele devido ao acúmulo de sujeira e umidade. Durante a época da troca de pelos, quando o gato solta muito mais pelo do que o normal, a escovação diária é recomendada para retirar o excesso de pelos soltos.

Temperamento
O gato Angorá é frequentemente citado com um dos mais inteligentes do mundo felino. É considerado um gato de caráter equilibrado, afetuoso com seu dono e muito dócil. É descrito por seus porprietários como um gato alegre, brincalhão, muito apegado aos donos e especialmente carinhoso. Podemos dizer que esse é um gato ativo, que gosta de brincar até mesmo com brinquedos, adora correr ao ar livre e brincar em locais altos. Muito curioso, se for dada a oportunidade o Angorá vai subir em móveis, muros e árvores.

Fonte: http://www.guiaderacas.com.br

Brazilian Shorthair

O Brazilian Shorthair, ou Pelo Curto Brasileiro é a primeira raça de gato brasileira a ser reconhecida pela WCF (World Cat Federation). A raça Brazilian Shorthair foi criada no Brasil através do cruzamento entre as raças de pelo curto trazidas por imigrantes europeus, desenvolvendo o seu próprio padrão.

O corpo do gato Brazilian Shorthair é de tamanho médio, bem proporcionado, musculoso e elegante. O pelo da raça é curto, brilhante e bem assentado ao corpo. Apresenta textura sedosa e não possui sub-pelo. A cabeça do gato Brazilian Shorthair tem tamanho médio, as orelhas são largas na base e os olhos são grandes, redondos, com coloração correspondente a cor da pelagem.

Fonte: http://www.guiaderacas.com.br

British Shorthair

O British Shorthair, ou Pelo Curto Inglês, é provavelmente a mais antiga raça de gato de toda a Inglaterra, e como não podia ser diferente, é considerada uma das mais belas e mais procuradas raças em todo o mundo. É uma raça de chama a atenção de todos, seja pelo seu porte físico, por seu olhar penetrante ou por sua belíssima e característica pelagem.

História da raça British Shorthair
British ShorthairAssim como tantas outras raças, a origem dos ancestrais do gato British Shorthair moderno é incerta. Essa raça é conhecida como uma das mais antigas do mundo, e certamente a mais antiga de toda a Inglaterra. Levados à Iglaterra pelos Romanos, os gatos domésticos descendentes de gatos selvagens africanos são considerados os ancestrais diretos do British Shorthair. Ainda nessa época os gatos era utilizados para ajudar no controle da população de roedores, e quando levados à ilha britânica, passaram por um processo de aprimoramento através de uma criação seletiva.

A nova raça passou a ser considerada como tipicamente inglesa já ao final do século 19, quando os primeiros exempalres foram exibidos em exposições felinas. Devido a típica tonalidade cinza-azulada da pelagem, esses gatos eram conhecidos como British Blue, ou Azul Inglês e passou a ser apreciado pela nobreza. Com o passar do tempo, o British Shorhair obteve incrível notoriedade na Inglaterra e tornou-se a grande sensação das competições de beleza.

Pouco mais tarde, já no início do século 20, o British shortahir era considerado um típico gato doméstico por toda a Inglaterra, mas mesmo com toda a popularidade adquirida na virada do século, a criação da raça, assim como a de tantas outras, sofreu terrivelmente durante as duas grandes guerras. Hoje em dia, a raça British Shorthair é considerada rara fora da inglaterra, incluindo países como o Brasil e Estados Unidos.

Descrição e aparência da raça British Shorthair
British ShorthairO British Shorthair é um gato elegante, compacto, bem balanceado. Prefere estar no chão, e não tem entre suas especialidades a velocidade, ou a agilidade.

Esta raça de gato tem um corpo curto e sólido, com pescoço curto. A cabeça do gato British Shorthair é arredondada, com bom espaço entre as orelhas. Tem a aparência geral arredondada, tanto na cabeça, cara e bochechas. Os olhos também são redondos, grandes, expressivos e bem separados entre si. O nariz é curto e bem definido, sendo que alguns exemplares podem apresentar o focinho mais curto do que outros, o que pode variar de acordo com a linhagem.

O British Shorthair é uma raça de desenvolvimento lento. As fêmeas devem ser menos robustas que os machos em todos os aspectos e podemos considerar que esta raça apresenta um tamanho de médio para grande.

Esses gatos tem um tamanho de de médio para grande, bem balanceado, de os olhos são grandes, redondos, expressivos e bem abertos., apresentando uma pelagem curta, muito densa, rente ao corpo, e firme ao toque. Como são gatos de um bom tamanho, são considerados animais de chão, não costumam escalar nem subir em locais muito altos.

British ShorthairApesar do azul ou cinza azulado ser a cor mais conhecida e, talvez mais característica desta raça, há diversas variedades de cores e padrões para a pelagem do British Shorthair. Podemos citar as cores sólidas como creme, vermelho, preto, chocolate e lilás. Há ainda diversas outras variedades, entre ela os tigrados de coloração marrom, azul e vermelho, além dos bicolores, colourpoint e tortoiseshell. O pelo desses belíssimos gatos são firmes e resistentes, dando a impressão de textura de veludo quando acariciado no sentido contrário do pelo.

A pelagem é considerada dense, curta e macia, com a presença de subpelo. Devido a essas características da pelagem, o British Shorthair é sempre lembrado por parecer um verdadeiro bichinho de pelúcia. Apesar de densa, a pelagem é curta e de fácil trato. A escovação regular é, em geral, suficiente para retirar os pelos soltos e deixá-lo sempre macio e bonito. Na época de muda, a escovação poderá ser feita até diariamente, evitando que o gato ingira muitos pelos ao se limpar.

Temperamento da raça British Shorthair
O gato British Shorthair é um excelente companheiro para a família. É um gato tímido, amistoso e afetuoso. Apresenta um caráter tranquilo, bastante sociável e com um notável senso de dignidade e independência. Apesar de não ser um gato conhecido por sua agilidade, adora brincar e é frequentemente descrito como um gato capaz de fazer amizade com as crinças da casa e até mesmo com outros pets. Mesmo considerando seu porte e aspecto robusto, este gato mantém seus instintos de caçador e é considerado um gato de caráter independente.

British ShorthairCostuma enfrentar as situações que fogem da rotina familiar com calma e tranquilidade, e mesmo sendo considerado um gato independente, é também muito carinhoso, apegado ao dono e afetuoso com seus familiares. A personalidade do British Shorthair é frequentemente descrita por seus proprietários como extremamente doce, amável e tranquila. Muitas vezes esse gato é comparado a um cachorro, provalvelmente por sua vontade de estar sempre presente, acompanhando seus donos pela casa.

Outra característica interessante é que esses gatos amadurecem lentamente, e são conhecidos por manter sua jovialidade por toda a vida. É um gato paciente, bem humorado e dificilmente se aborrece ou perde a paciência. Muitos proprietários consideram o British Shorthair um gato especialmente apto a adaptar-se em apartamento. Em parte, devido ao seu porte e robustez, que faz dele um gato pacato, que não necessita de tanto exercício quanto gatos mais ágeis e velocistas.

Além disso, não são conhecidos como saltadores ou escaladores e, devido ao temperamento tranquilo e equilibrado, pode conviver em família sem causar maiores problemas. Outro ponto que é citado pelos proprietários é que este gato é especialmente quieto e silencioso, seus miados são muito raros e quando acontecem são baixos.

É, por outro lado, considerado um gato que gosta de ter seu espaço respeitado. Talvez em função de seu caráter independente, é importante que ele tenha um cantinho da casa somente para ele. Separe um local somente para o seu gato, com o comedouro, bebedouro, a caminha e procure respeitar esse espaço sempre que ele resolver descansar.

Fonte: http://www.guiaderacas.com.br

European Shorthair

Originalmente criado na Suécia, o European Shorthair, ou Gato de Pelo Curto Europeu é uma raça recente, desenvolvida à partir de gatos domésticos europeus. A raça não deve ser confundida com o British Shorthair, que no passado também era chamado de European Shorthair, mesmo que apresentassem características distintas.

Os gatos da raça European Shorthair são fortes, musculosos, geralmente ativos. Costumam ser sociáveis com outros gatos e toleram cachorros muito bem. O European Shorthair é um gato de médio porte, possui pelagem densa, curta e brilhante. Todas a cores naturais são aceitas para a raça. A cor dos olhos deve acompanhar a cor da pelagem, e pode ser em tons de amarelo, verde ou laranja.

Fonte: http://www.guiaderacas.com.br

Maine Coon

Maine Coon - Originalmente um gato de trabalho, o Maine Coon, também conhecido como American Longhair, ou Pelo Longo Americano, é um gato resistente, rústico e capaz de suportar as intempéries. Seu corpo é muito bem proporcionado, de aparência retangular e balanceada, sem partes exageradas em tamanho.

As origens da raça são, como as de tantas outras, incertas. A teoria mais aceita entre os criadores é que o Maine Coon teria sido desenvolvido à partir do cruzamento entre gatos nativos de pelo curto e gatos europeus de pelo longo, possivelmente levados da Europa por Vikings. Esta seria uma explicação plausível para a semelhança entre esta raça e o Norwegian Forest, raça norueguesa que viajava com os Vikings do século XI.

Muitos gatos desta raça apresentam um grande fascínio por água. Este traço sa sua personalidade pode vir de seus ancestrais, que viviam à bordo de navios durante boa parte de suas vidas.

Com o aparecimento de outras raças de pelagem longa no início do século XX, como por exemplo o gato Persa, que se originou no Oriente Médio, o Maine Coon acabou perdendo popularidade. A queda do interesse pela raça foi tão grande, que acabou sendo declarada como instinta prematuramente. A raça voltou a crescer em popularidade nos anos 50 e foi declarada em 1985 como a raça de gato oficial do estado do Maine.

Hoje é, segundo a CFA, a terceira raça de gato mais popular em número de registros, permanecendo atrás somente do Persa e do Exótico.

Conhecidos por seu temepramento gentil, o gato Maine Coon possui inteligência acima da média. É, portanto, considerado um gato fácil de treinar, de fácil adaptação e essencialmente muito amigável.

São fiéis à sua família, cautelosos com estranhos e muito independentes. São brincalhões durante toda a vida, mesmo depois de adultos e seu temperamento faz com que sejam, de maneira geral, muito tranquilos com outros gatos, cachorros e crianças.

O Maine Coon é um gato forte e musculoso. De tamanho grande, esta é considerada umas das maiores raças de gatos do mundo, podendo pesar até 11 kg. As fêmeas, geralmente são um pouco menores que os machos.

A pelagem do Maine Coon é curta nos ombros e mais longa na região do estômago. É densa, macia e sedosa, caindo levemente, embora sua textura possa variar de acordo com a cor. O padrão de cor mais comum é o castanho (marrom) com marcações.

Os olhos do Maine Coon são grandes e expressivos. Em geral, as cores dos olhos são verdes ou douradas, mas todas as cores, exceto o azul, são permitidas pelos padrões da raça.

Fonte: http://www.guiaderacas.com.br

Gato Persa

O Persa ideal deve aparentar um gato bem balanceado, com expressão doce e suave, estrutura óssea pesada, e pêlo muito cheio e denso, o que acentua a sua aparência arrendondada. A pelagem do gato Persa é longa em todo o corpo, e muito cheia. De textura fina, lisa e cheia de vida.

O gato Persa é elegante, compacto, bem balanceado, forte, que prefere estar no chão. Não apresentam entre suas especialidades a velocidade, ou a agilidade. A cabeça do gato Persa é arredondada, com bom espaço entre as orelhas.

Fonte: http://www.guiaderacas.com.br

Temos tudo para seu amiguinho